Alba Flores vira ‘verde’ e glamorosa no novo anúncio da PETA

 

Para publicação imediata:

19 de maio de 2020

 Contacto:

Sascha Camilli +44 (0) 20 7923 6244; [email protected]

ALBA FLORES VIRA ‘VERDE’ E GLAMOROSA NO NOVO ANÚNCIO DA PETA

A estrela de La casa de papel diz que a sua saúde – e a sua consciência – melhoraram desde que deixou de consumir carne

 Lisboa – Com um deslumbrante toucado feito inteiramente de flores, frutas e vegetais frescos, Alba Flores é a estrela da nova campanha da PETA, que incentiva todos a salvarem os animais e o planeta, tornando-se vegetarianos – uma ação que também ajuda a prevenir a propagação de doenças fatais de origem animal.

 

A estrela de La casa de papel e de Vis a vis decidiu deixar de comer carne depois de ver quanta comida fora desperdiçada na celebração da noite de Natal da sua família. “[Eu] comecei a pensar sobre a origem dessa comida e quanta comida seria desperdiçada… e [me perguntei] o quão realmente necessária seria a morte desses animais”, explica ela. “Eu passei a investigar e me dei conta de que esse não era o único problema importante. A indústria da agricultura animal como um todo representa um problema muito sério para o planeta.”

 A PETA salienta que as razões para as pessoas se tornarem vegan nunca foram tão claras ou mais prementes. Acredita-se que o COVID-19 tenha origem num mercado onde animais vivos e mortos eram vendidos para consumo humano. Mercados de carne, explorações agropecuárias intensivas e matadouros imundos e cheios de animais doentes e stressados são terreno fértil para doenças zoonóticas. Anteriores vírus da gripe tiveram origem em galinhas e porcos.

Cada pessoa que se torna vegan reduz a sua pegada ecológica, visto a indústria da carne ser um dos principais produtores dos gases de efeito estufa que contribuem para as mudanças climáticas; salva anualmente quase 200 animais de um sofrimento diário e de uma morte aterrorizadora; e reduz o próprio risco de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e cancro.

“E agora, a verdade é que eu me sinto muito melhor comendo vegetais, legumes e grãos”, conclui Flores. “Eu acredito que a sua comida não precisa ser o motivo de sofrimento e de exploração de animais.”

Flores junta-se a uma lista crescente de celebridades – incluindo Sofía Sisniega, Gaby Moreno, Marco Antonio Regil, Rodrigo y Gabriela, Rubén Albarrán, Constance Marie e muitas outras – que se uniram à PETA para promover refeições saudáveis e humanas isentas de carne.

A PETA – cujo lema dita, em parte, que “os animais não são nossos para comermos” – opõe-se ao especismo, que é uma visão de mundo de supremacia humana. Para mais informações, por favor visite PETA.org.uk.

 

 

#