ANDY SERKIS: UM FILME SOBRE ‘MACACOS’ COM ANIMAIS SELVAGENS VERDADEIROS SERIA ‘ABSURDO’ E ‘CRUEL’

 

Para publicação imediata:
3 de agosto de 2017

Contacto:
Sascha Camilli +44 (0) 20 7923 6244; [email protected]

ANDY SERKIS: UM FILME SOBRE ‘MACACOS’ COM ANIMAIS SELVAGENS VERDADEIROS SERIA ‘ABSURDO’ E ‘CRUEL’
No vídeo da PETA, o ator demonstra como a tecnologia substituiu a exploração dos animais

Lisboa – Os dias de forçar os animais exóticos a atuar perante as câmaras poderão estar prestes a chegar ao fim – tudo graças aos avanços tecnológicos bem como a atores como Andy Serkis, a estrela de Planeta dos Macacos: A Guerra, King Kong, e o próximo Livro da Selva, entre outros. E numa nova entrevista em vídeo com a PETA, ele celebra as imagens geradas por computador e mapeamento de desempenho, que tornam filmes modernos como Macacos possível – e isentos de crueldade.

“A ideia de hoje fazer um filme dos Macacos com macacos verdadeiros é absurda,” afirma o ator nomeado para os Globos de Ouro. “Temos amadurecido enquanto indústria e apercebemo-nos de que isso seria intolerável e cruel.”

Anteriormente, Serkis colaborou com a PETA EUA para apelar à libertação de um chimpanzé chamado Louie de um zoo particular de beira de estrada no estado americano de Michigan, onde este permanece isolado em cativeiro quase desde que nasceu. O ator afirma que os anos que passou a representar primatas no ecrã fizeram-no apreciá-los ainda mais. “É espantoso como somos tão semelhantes,” diz. “[E]les têm emoções, sentem. A sua inteligência fica incrivelmente próxima da nossa.”

À medida que os cineastas se têm apercebido de que os animais sofrem de privação e abusos no setor do entretenimento, a utilização de efeitos digitais para os representar tem aumentado. O Renascido, Noé e a série dos Macacos recorreram todos a imagens digitais para criar animais selvagens, e The Walking Dead da AMC utilizou imagens geradas por computador e animatrónica para criar a personagem extraordinariamente realista de Shiva o tigre, um grande favorito dos espetadores. O spot televisivo da PETA EUA “98% Human” – que faz uso de tecnologia de ponta para abordar o sofrimento dos grandes símios no entretenimento – recebeu um prêmio Leão de Ouro pelos efeitos visuais no prestigioso festival Cannes Lions, e a grande maioria das principais agências de publicidade em todo o mundo subscreveu o Compromisso Humanitário para com os Grandes Símios da PETA EUA, comprometendo-se a não usar grandes símios verdadeiros nos seus projetos.

Imagens com elevada qualidade de transmissão estão disponíveis para download aqui. Para informações adicionais, por favor visite PETA.org.uk.
#