PETER DINKLAGE PEDE AOS FÃS DE ‘A GUERRA DOS TRONOS’ PARA PARAREM DE COMPRAR HUSKIES SIBERIANOS

 

Para publicação imediata:
16 de agosto de 2017

Contacto:
Sascha Camilli +44 (0) 20 7923 6244; [email protected]

PETER DINKLAGE PEDE AOS FÃS DE ‘A GUERRA DOS TRONOS’ PARA PARAREM DE COMPRAR HUSKIES SIBERIANOS
Cães parecidos com lobos gigantes estão a ser comprados por capricho e abandonados quando a novidade passa

Lisboa – Os fãs em todo o país não se cansam de A Guerra dos Tronos, mas esta série deu origem a uma moda alarmante – um aumento na procura de huskies siberianos devido à sua semelhança com lobos gigantes. Os espetadores aficionados estão a comprar os cães em lojas de animais e a criadores (amiúde dando-lhes o nome da sua personagem preferida), e de seguida – após se aperceberem do trabalho e compromisso que são necessários para cuidar deles – deixam-nos em abrigos, que já estão a abarrotar com cães abandonados. Agora, uma das estrelas da série, Peter Dinklage, junta-se à PETA EUA para lembrar aos fãs que os cães apenas devem ser adquiridos como elementos da família e que devem ser estimados toda a vida. Ele insta as pessoas que realmente pretendem aumentar a sua família a adotarem e nunca comprarem.

“Por favor, a todos os maravilhosos fãs de A Guerra dos Tronos, soubemos que devido à enorme popularidade dos lobos gigantes, muitas pessoas estão a comprar huskies,” diz Dinklage. “Isto não só prejudica todos os cães que merecem e aguardam um lar nos abrigos, como estes também reportam que muitos destes huskies estão a ser abandonados – o que acontece frequentemente quando os cães são comprados por capricho, sem que as suas necessidades sejam compreendidas. Por favor, se quiser adicionar um cão à sua família, certifique-se de que está preparado para esta tremenda responsabilidade e lembre-se de sempre, SEMPRE, adotá-lo num abrigo.”

Em dois grupos de resgate desta raça no Norte da Califórnia, nos EUA, os casos duplicaram-se nos últimos dois anos, e o Reino Unido reporta estatísticas semelhantes desde a inauguração da série em 2011.

A PETA – cujo lema dita, em parte, que “os animais não são nossos para que os possamos abusar de forma alguma” – salienta que esta não é a primeira vez que um programa de televisão ou filme popular origina uma procura dos animais que são vistos nos ecrãs. Os 101 Dálmatas, Chihuahua de Beverly Hills, Legalmente Loira e MIB – Homens de Negro todos levaram a um enorme aumento nas vendas das raças dos cães que protagonizam estes filmes, e muitos destes foram mais tarde abandonados em abrigos pelos donos mal preparados.

Todos os anos, centenas de milhares de cães e gatos acabam nos abrigos, e muitos têm de ser abatidos simplesmente por não haver pessoas suficientes que os queiram acolher. A PETA incentiva todos a adotarem e nunca comprarem animais a criadores ou lojas de animais, o que contribui para a crise de superpopulação.

Dinklage, um vegetariano de longa data que anteriormente se aliou à PETA EUA para a elaboração de um vídeo sobre o setor das carnes, faz parte de uma longa lista de celebridades que juntaram-se ao grupo para promover a bondade para com os animais, incluindo Andy Serkis, Jude Law, Gillian Anderson e Lena Headey, que contracena com ele em A Guerra dos Tronos.

Para mais informações sobre a crise de animais sem dono, por favor visite PETA.org.uk.

#