Um Presente Para O Bebé Real: Cardigã Sem Lã Da PETA

 

Para publicação imediata:

7 de maio de 2019

Contacto:

Sascha Camilli +44 (0) 20 7923 6244; [email protected]

UM PRESENTE PARA O BEBÉ REAL: CARDIGÃ SEM LÃ DA PETA

O membro da família real mais recente poderá manter-se quente com um estilo vegano, amigo dos animais

Londres – Enquanto o Duque e a Duquesa de Sussex celebram o nascimento do seu primeiro filho, a PETA espera dar ao recém-nascido as boas-vindas quentes e confortáveis: um cardigã sem lã fabricado a partir de algodão e bambu da Bramble Crafts.

Uma foto do presente da PETA está disponível aqui.

“Um cardigã sem lã é suave e quente para um bebé, ao mesmo tempo que é gentil para as ovelhas”, afirma a diretora da PETA, Elisa Allen. “Esperamos que o presente da PETA para o Duque e a Duquesa de Sussex inspire pais de todo o mundo a vestirem os seus filhos com um estilo misericordioso e amigo dos animais.”

Desde 2014, a PETA publicou 11 exposições de 99 instalações de tosquia de ovelhas em quatro continentes, incluindo no Reino Unido, e, de todas as vezes, foi revelado abuso sistémico. As exposições mais recentes – gravadas em quintas de ovelhas na Austrália, o maior exportador de lã do mundo – mostram que os trabalhadores batem em ovelhas gentis, mutilam-nas, e cortam as suas gargantas enquanto os animais estão completamente conscientes. Uma ovelha petrificada deu coices durante praticamente um minuto depois do gerente ter começado a cortar a sua garganta, e ele disse que algumas dão coices durante “alguns minutos sangrentos”.

A indústria da lã também semeia a destruição no ambiente: o estrume gerado pelos animais das quintas tem contribuído significativamente para o aumento dos gases com efeito de estufa libertados para a atmosfera, a pastagem em grande escala tem levado a alterações na vegetação e à erosão dos solos, e a matéria fecal e o “banho” tóxico das ovelhas (utilizado para livrar as ovelhas de parasitas) estão a poluir os cursos de água locais.

A lema da PETA dita, em parte, que “os animais não são nossos para serem vestidos”, e o grupo se opõe ao especismo, ou seja, a visão da supremacia humana de que os outros animais não são nada mais do que bens. A PETA está atualmente a solicitar ao gigante da moda, a boohoo, que cumpra a sua promessa anterior de banir a lã de todas as suas marcas.

Para mais informações, por favor, visite PETA.org.uk.

#