VÍDEO: VACAS ESPANCADAS, MARCADAS E MANUSEADAS COM CHOQUES ELÉTRICOS PARA PRODUÇÃO DE SAPATOS E CARTEIRAS

 

Para publicação imediata:

16 novembro de 2016

Contacto:

Sascha Camilli +44 (0) 20 7837 6327, ext. 235; [email protected] 

VÍDEO: VACAS ESPANCADAS, MARCADAS E MANUSEADAS COM CHOQUES ELÉTRICOS PARA PRODUÇÃO DE SAPATOS E CARTEIRAS

A PETA expõe a crueldade sistémica de fornecedores do maior produtor de peles do mundo que possui ligações a Adidas, Reebok e Puma, entre outros

Londres – Uma exposição em vídeo da PETA US, apresenta uma filmagem de investigação da organização não-governamental Repórter Brasil, de oito ranchos de gado que fornecem a JBS SA – a maior empresa produtora de carnes e processadora de peles do mundo – revela que as vacas são espancadas, marcadas no focinho sem recurso a analgésicos e são manuseadas com choques elétricos antes de lhes cortarem o pescoço e serem esfoladas para produzirem as peles utilizadas no fabrico de sapatos, cintos, carteiras e outros acessórios para a Adidas, Puma, Reebok e outras marcas. Foi pedido ao Ministro da Agricultura brasileiro, Col Eumar Roberto Novacki, que investigasse as quintas de gado por alegadamente violarem a Constituição Brasileira que proíbe a crueldade a animais.

“Por cada sapato, carteira ou cinto em pele, vacas meigas são espancadas, marcadas, manuseadas com choques elétricos  e esfoladas”, afirma a Director of International Programmes da PETA, Mimi Bekhechi. “A PETA apela aos consumidores que façam escolhas sensatas no que diz respeito ao seu vestuário e outras aquisições e deixem as peles dos animais fora das suas compras.”

As testemunhas descobriram que as vitelas são arrastadas pelo pescoço afastadas das suas mães e puxadas pelas orelhas e caudas. Algumas vacas têm feridas abertas e ensanguentadas. O gado é forçado através de corredores de curral estreitos, onde, por vezes, fica preso ao tentar escapar e os animais atropelam-se uns aos outros. Os trabalhadores usam choques elétricos e varas com pontas de metal para forçar os animais a entrarem em carrinhas lotadas em direção ao matadouro da JBS, onde são pendurados de cabeça para baixo, cortam-lhes o pescoço e a sua pele é cortada.

O Brasil possui uma das maiores manadas de gado do mundo: 219 milhões de vacas que ocupam agora cerca de 1.554.000 quilómetros quadrados, uma área igual a uma massa terrestre conjunta da França, Alemanha e Ucrânia. Apenas há algumas décadas, uma grande parte desta área era coberta de floresta tropical verdejante e valiosa.

A JBS produz 10 milhões de peles anualmente nas suas 26 fábricas espalhadas por três continentes. Adicionalmente a vestuário e acessórios, as peles que produz também foram ligadas a interiores de automóveis para a Jaguar, Volkswagen, Toyota, Volvo e outras grandes marcas automóveis a nível mundial.

A gravação com qualidade de transmissão está disponível para transferência aqui e as fotografias estão disponíveis aqui. O lema da PETA dita, em parte, que “os animais não são nossos para que os possamos vestir”. Para mais informações, por favor, visite PETA.org.uk.

 

#